Serviços Farmacêuticos

- Visão

- Valores

- Missão

- Actividade dos Serviços Farmacêuticos

- Funcionamento

- Recursos Humanos

- Código Interno dos Serviços Farmacêuticos

- Caracterização dos Serviços Farmacêuticos

- Actividade Docente

- Actividade Científica e de Investigação

- Localização

- Contactos

 

Mensagem de Boas Vindas

O objectivo principal da criação desta página é dar a conhecer a nossa actividade e o modo como ela está centrada nos nossos utentes no sentido de lhes proporcionar a melhor qualidade de vida.

A nossa actividade desenvolve-se com a formação contínua de uma equipa constituída por 23 profissionais de saúde composta por Farmacêuticos, Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica, Assistentes Técnicos e Assistentes Operacionais, que poderá conhecer ao longo desta página. Do forte empenho, da postura e da atitude de todos os colaboradores, depende o nosso dia-a-dia, porque é a pensar no bem-estar do doente que desenvolvemos o nosso trabalho.

 

Visão

“A Obtenção de resultados óptimos para a saúde dos doentes mediante o emprego eficiente e seguro de uma farmacoterapia baseada na evidência”

 

Valores

As pessoas, os doentes;

O trabalho em equipa;

A qualidade, a eficiência e a transparência.

 

Missão

Proporcionar suporte ao tratamento farmacoterapêutico no processo assistencial dos utentes atendidos no Hospital, adicionando valor mediante a sua contribuição para:

•  Melhoria da qualidade (efectividade, segurança);

•  Melhoria da eficiência;

•  Melhoria dos sistemas de trabalho e da segurança dos profissionais;

•  Compromisso com a docência e a investigação

 

e, como tal, o uso racional, seguro e eficaz dos medicamentos e outros produtos farmacêuticos nas melhores condições no Hospital.

 

Para o efeito, os Serviços Farmacêuticos estão organizados para o desempenho de múltiplas funções que podem resumir-se em três grandes áreas: a) Tecnologia Farmacêutica b) Logística Farmacêutica c) Farmácia Clínica.

 

As funções tecnológicas englobam:

  • Farmacotecnia: preparação de medicamentos manipulados (fórmulas magistrais e oficinais), reembalagem de medicamentos para dispensa em dose unitária, preparação de doses individuais de medicamentos e produtos farmacêuticos não estéreis
  • Preparação de misturas intravenosas, nutrição parenteral e outras preparações estéreis
  • Preparação de ciclos de quimioterapia oncológica.

 

São funções que exigem uma excelência baseada em:

 

•  Boas Práticas em Farmácia Hospitalar

•  Um programa de Garantia de Qualidade

 

As funções logísticas possibilitam que os doentes atendidos no hospital recebam os medicamentos no local e momento precisos, ao menor custo possível. Para isso, dada a complexidade do contexto hospitalar, torna-se imprescindível que os Serviços Farmacêuticos desenvolvam um modelo de gestão eficiente e funcional.

 

Como funções de maior impacto e relevância, destacam-se a Farmácia Clínica, Farmacovigilância, Farmacocinética Clínica, Ensaios Clínicos e Informação. Estas áreas orientam a responsabilidade do Serviço farmacêutico para os doentes, para os resultados em saúde que devem conseguir-se com o uso racional (eficiência, segurança) dos fármacos, utilizando a concepção actual de Medicina Baseada na Evidência ou mais exactamente “Farmacoterapia baseada na evidência”.

Sendo o CHCB um Hospital Universitário com uma tripla vocação - assistência técnica altamente diferenciada e especializada, ensino pré e pós-graduado e investigação, exige permanente actualização dos seus profissionais face às novas terapêuticas e à grande complexidade que as mesmas apresentam.

 

Actividade dos Serviços Farmacêuticos

Os Serviços Farmacêuticos hospitalares são serviços com autonomia técnica e científica, sujeitos à orientação geral dos órgãos de Administração, perante os quais respondem pelos resultados do seu exercício. Os Serviços Farmacêuticos são um serviço de apoio clínico que se enquadra na área assistencial e gestor de recursos humanos essenciais à prestação de Cuidados de Saúde de Qualidade, na área dos Medicamentos e outros Produtos Farmacêuticos. O objectivo fundamental dos Serviços Farmacêuticos do CHCB é cumprir integralmente a sua missão.

Os principais clientes do Serviço Farmacêutico são os Serviços Clínicos, quer sejam de assistência em regime de internamento, quer sejam de assistência em regime de ambulatório, os profissionais de saúde e ainda os doentes em ambulatório.

 





Funcionamento

O Serviço funciona 24h por dia, todos os dias do ano, tendo sempre presente a visão os valores e código interno do Serviço.

 

O sector de ambulatório do Hospital Pêro da Covilhã funciona no seguinte horário: dias úteis das 9h às 19h; sábados das 9h às 16h.

 

Os Serviços Farmacêuticos do Hospital do Fundão funcionam nos dias úteis das 9h Às 17h30.

 

 

Recursos Humanos

Os Recursos Humanos do Serviço Farmacêutico distribuem-se por vários grupos profissionais, incluindo:

Técnicos Superiores de Saúde (Ramo Farmacêutico)

Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica (Ramo de Farmácia)

Assistentes Técnicos

Assistentes Operacionais

Que se distribuem pelos diferentes sectores da Farmácia.

 

 

Direcção do serviço

Maria Olímpia Cardoso Ferreira da Fonseca

 

Técnicos Superiores de Saúde/Farmacêuticos:

Inês Alçada B. Almeida Eusébio

João Carlos T. Pinto Ribeiro

Manuel Augusto N. V. Passos Morgado

Maria Idalina Marques Freire

Mónica Margarida G. Guardado

Rita Palmeira de Oliveira

Rita Susana Madeira Moras

Rute Catarina Teixeira Duarte

Sandra Cristina Rolo P. Morgado

 

Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica:

Catherine Lopes Fernandes

Elisabete Morgado Bogas

Flávio Sérgio Pinto

Maria Pedro Esteves Lages

Raquel Gouveia Augusto

Vera Lúcia Martins Nascimento

 

Assistentes Operacionais

Bruno Jorge Santos Algarvio

David Manuel M.O. Martins

Maria de Lurdes Santos Brito Dias

Sandra Cristina M.M. Leitão

Sílvia Maria P. Martins Gonçalves

 

Assistente Técnica

Verónica de Jesus

 

Código Interno dos Serviços Farmacêuticos

•  Actuar sempre com ambição e juventude;

•  Respeitar as teorias sãs, desenvolvendo as ideias novas e utilizando o tempo de trabalho tão eficazmente quanto possível;

•  Ter prazer no trabalho e melhorar o ambiente de trabalho;

•  Tentar constantemente obter um ritmo de trabalho harmonioso;

•  Ter sempre em mente o valor do esforço e da procura.

 

 

Caracterização dos Serviços Farmacêuticos

 

A Automatização/Informatização do serviço e a garantia de qualidade do serviço prestado são aspectos fundamentais para manter os níveis de qualidade e exigência, reduzir a possibilidade de erros de medicação, garantir maior qualidade, rentabilizar melhor os recursos humanos e melhorar a eficácia. Neste contexto foram realizados diversos investimentos, salientando-se:

 

  1. Aquisição de um sistema de fornecimento semi-automático de medicamentos em doses individuais (KARDEX);
  2. Aquisição de sistemas automáticos de distribuição de medicamentos (PYXIS) localizados nos Serviços de Urgência Geral e Pediátrica e Bloco Operatório;
  3. Aquisição de um dispensador robotizado (Consis) para dispensa de medicamentos em Ambulatório
  4. Aquisição de leitores ópticos;
  5. Aquisição de salas limpas para preparação de estéreis;
  6. Aquisição de equipamento automatizado de embalamento de formas orais sólidas (FDS);
  7. O Sistema de Gestão Integrado do Circuito do Medicamento (SGICM).

 

A prescrição médica electrónica encontra-se largamente implementada no centro hospitalar, facilitando a comunicação directa entre Médicos, Enfermeiros e Farmacêuticos e contribuindo para a prevenção de erros de medicação e melhoria dos processos de assistência.

A Acreditação do Centro Hospitalar pela “Joint Comission” correspondeu a um desafio particularmente para o Serviço Farmacêutico que apostou na implementação e desenvolvimento de um sistema de gestão da qualidade. Este trabalho culminou com o processo de certificação pela norma NP EN ISO 9001/2008 em Abril de 2011, e constitui um compromisso da equipa que desenvolve funções neste serviço para com os doentes, assente num espírito de cooperação entre colaboradores cujo contributo é indispensável para a prossecução dos objectivos.

O Serviço Farmacêutico está organizado para o desempenho de múltiplas e complexas actividades, determinadas pelas acções de Assistência, Ensino e Investigação, indissociáveis num Hospital Universitário e para uma mais exigente e responsável utilização dos recursos disponíveis. Por isso constitui uma estrutura importante dos cuidados de saúde dispensados em meio hospitalar.

 

 

Actividade Docente

 

O Serviço Farmacêutico desenvolve actividade docente através dos seus colaboradores, que participam no ensino graduado e pós graduado, em colaboração com a Universidade da Beira Interior, o Instituto Politécnico da Guarda, Universidade de Lisboa entre outras.

 

Actividade Científica e de Investigação

A participação em congressos científicos com apresentação de comunicações orais e em painel (posters), bem como a publicação e artigos científicos tem permitido a divulgação do trabalho realizado pelos Serviços Farmacêuticos e a troca de experiências.

(colocar fotografias)

 

 

Localização

As instalações dos Serviços Farmacêuticos situam-se no piso 0, no Hospital Pêro da Covilhã e no edifício antigo no Hospital do Fundão.

 

Contactos

Tel: 275 330000

Fax: 275 330072

 

Secretariado: ext. 11900

Dose Unitária: ext. 11904/11912

Armazém geral: ext. 11913/11906

Ambulatório: ext. 11903

Farmacotecnia: ext. 11908

Sala de preparação de dose unitária: ext. 11911

Serviços Farmacêuticos do Hospital do Fundão: ext. 23901